Sabesp: funcionário na Estação de Tratamento de Águas pegou malária

Um funcionário da Sabesp que presta serviço na Estação de Tratamento de Águas no Poço das Antas, Mongaguá, onde há vários quiosques que utilizam fossas sépticas, contraiu malária. A notícia chamou a atenção dos moradores da Baixada Santista, mas o servidor, após receber tratamento, repetiu os testes, que deram negativo.

No entanto, nem todos os que pegam a doença têm a mesma sorte, o que reforça a importância de tomar os devidos cuidados em relação à manutenção e limpeza de fossas e de tanques sépticos.

A malária no Brasil

A malária é listada como um dos grandes problemas de saúde pública do mundo. Mais comum em países tropicais e subtropicais, a doença é responsável por uma alta taxa de mortalidade. No Brasil, os estados com maior incidência da malária são: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e Maranhão.

O caso do funcionário da Sabesp com malária em São Paulo, porém, revela que a doença pode aparecer em regiões diversas do país e, por isso, causou alarme na região paulistana.

Transmissão da malária

A malária não é uma doença contagiosa, isto é, não pode ser transmitida de uma pessoa para outra. A transmissão da doença ocorre através da picada da fêmea infectada por Plasmodium, um tipo de protozoário do mosquito Anopheles.

Seus sintomas mais frequentes são:

  • dores de cabeça
  • febre alta
  • tremores
  • sudorese
  • náusea e vômitos
  • convulsões
  • falta de apetite
  • cansaço
  • taquicardia
  • aumento do baço

Trata-se, pois, de uma doença altamente debilitante, de lenta recuperação e que pode levar ao óbito. Por isso, é fundamental que a população seja bem conscientizada quanto à prevenção da doença e os cuidados para evitar a infecção.

Formas de prevenção da malária

Como vimos, a transmissão da malária acontece através da picada do mosquito Anopheles infectado pelo protozoário causador da doença. Assim, a melhor forma de combater e prevenir a doença é eliminando o próprio mosquito.

O uso de inseticidas, repelentes de mosquito e mosquiteiros são providências importantes, mas não atacam a causa do problema. A forma mais eficaz de se combater a malária é a eliminação de focos de reprodução do mosquito, e isso depende de uma ação coletiva consciente.

Muitas pessoas até cuidam dos recipientes com água parada, mas se esquecem que a fossa séptica também é um lugar muito favorável à reprodução do mosquito. Na verdade, muitos só se atentam à necessidade de limpeza de fossas sépticas em caso de mau cheiro.

Empresa Limpa Fossa em SP

A fossa séptica requer limpeza e manutenção periódicas, não somente por questões de higiene, mas especialmente para a prevenção de doenças. Além do Anopheles, vetores de várias outras doenças graves se multiplicam nas fossas residenciais.

Por isso, pensando em sua saúde, na família e vizinhos, procure o quanto antes um profissional especializado que efetue a limpeza do tanque séptico de seu imóvel.

Nossa empresa conta com frota própria de caminhões limpa fossa, equipados com os aparelhos mais eficientes e uma equipe de profissionais experientes para atendê-lo(a). Há 25 anos no mercado, oferecemos atendimento com qualidade e profissionalismo!

Deixe um Comentário...

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *