5 dicas valiosas para manter a fossa funcionando bem

Manter fossa funcionando bemManter o sistema de esgoto da casa funcionando bem evita problemas e dores de cabeça. Uma das partes deste sistema que deve ser bem cuidada é a fossa. Se ela estiver com um bom funcionamento, evita o transbordamento do esgoto e a contaminação do solo. Confira essas cinco dicas que vão te ajudar a não ter mais problemas com a fossa!

1 –  Mantenha a fossa limpa

As fossas sujas são o principal problema da maior parte das casas que as utilizam. Para manter o bom funcionamento, elas precisam ser limpas constantemente para tirar todos os resíduos que estão ali dentro.

As fossas separam a água de substâncias sólidas, anulando os gases prejudiciais e devolvendo o líquido limpo à natureza. Quando o volume de substâncias sólidas está muito alto, você pode ter problemas na purificação dessa água ou transbordamento de esgoto no seu imóvel.

Por isso, busque sempre manter a fossa limpa.

2 – Evite árvores de raiz profunda

Um ponto importante a ser lembrando é que você sempre deve evitar plantar árvores com raízes profundas próximas da fossa da sua casa. Se você não sabe como localizar a fossa, este artigo do nosso blog pode te ajudar.

As árvores de raízes profundas podem crescer muito e danificar a fossa séptica do imóvel prejudicando todo o seu sistema de esgoto. Por isso, é importante sempre manter certa distância. O ideal é ter uma vegetação baixa perto da fossa para que não danifique o sistema.

Além disso, a grama é uma excelente forma de saber se a fossa está funcionando bem. Se perceber que está constantemente úmida, algum problema está acontecendo na sua fossa. Se puder escolher, opte pelo chão gramado e não pelo cimento.

3 – Não despeje tintas e produtos semelhantes

É mais do que sabido que não se deve despejar tinta, óleo, desinfetantes e outros produtos em pias e ralos, mas, ainda assim, muitas pessoas insistem em despejar essas substâncias da forma errada.

Além de estar fazendo um processo errado e prejudicar o meio ambiente ao redor da sua casa, você pode danificar o seu sistema de esgoto, já que a fossa séptica é feita para o tratamento da água.

Muitas cidades oferecem sistemas de recolhimento de óleo, por exemplo. Então, procure saber se a sua cidade tem um descarte para essas substâncias. Você estará mantendo a qualidade da fossa e ajudando o meio ambiente.

4 – Analise o escoamento da água

Manter o bom funcionamento da fossa séptica não é apenas fazer manutenção de rotina. É importante estar sempre de olho para ver se tudo está funcionando bem com o seu sistema de esgoto.

Prestar atenção no escoamento de água da privada, por exemplo, é uma excelente forma de saber se está funcionando bem. Se a água estiver descendo muito devagar, existe algum problema. Que pode ser desde entupimento ou a fossa lotada, até algum problema mais grave.

Quanto mais rápido você procurar corrigir o problema, menor será o custo e a dor de cabeça que ele lhe causará. Por isso, é importante sempre estar de olho na funcionalidade do seu esgoto.

5 – Na dúvida, busque uma especialista

Você já ouviu dizer que, na dúvida, é sempre bom procurar um especialista? Com as fossas sépticas não é diferente. Se você acha que tem algum problema ou que precisa fazer uma manutenção, chame alguém que entende para te auxiliar.

Os custos com a manutenção e reparo imediato da sua fossa séptica serão muito menores que os custos posteriores que ela pode te dar, como falamos no item anterior.

Existem diversas vantagens de chamar um especialista em manutenção e limpeza de fossa. Você se livrará do trabalho sujo e confiará a qualidade nas mãos de um profissional que tem maior conhecimento sobre o assunto.

Comentários para este post estão fechados.