Limpeza de fossa: quem paga é o inquilino ou o proprietário

Você tem ideia de quem deve pagar a limpeza de fossa séptica?

As fossas sépticas são sistemas importantes para diversos ambientes que não contam com sistema de esgoto. Por não parecer, mas esses sistemas são sim muito populares e podem estar presentes até nos grandes centros urbanos.

Essa situação não é diferente com os imóveis alugados. Muitas casas e ambientes comerciais alugados podem apresentar fossas sépticas como a opção para tratamento de esgoto. Alguns condomínios também utilizam desse sistema.

Mas isso levanta uma questão. Nesses casos, quem paga a limpeza de fossa, o inquilino ou o senhorio? Bom, essa é uma pergunta que exige uma resposta não tão simples. É preciso analisar alguns fatores importantes e estar bem conversados entre as partes.

Nós da Limpa fossa vamos esclarecer um pouco mais sobre esse assunto e falar um pouco mais sobre o funcionamento das fossas sépticas.

Limpeza de fossa séptica – Quem paga, inquilino ou o proprietário?

Como dissemos, essa é uma questão um pouco complicada, já que é preciso considerar alguns fatores diferentes. Bom, a primeira coisa a se esclarecer é que de forma comum, o inquilino é quem deve pagar pela limpeza de fossas, assim como o desentupimento de vasos sanitários. Essa é a regra para o caso as casas.

Porém, nem todos os inquilinos e proprietários entram de acordo em relação a isso e pode haver uma pequena argumentação. Por isso, o que nós recomendamos fortemente é que esse detalhe esteja muito bem especificado no contrato. Mesmo que o proprietário assuma a despesa, coloque essa observação no contrato que será assinado por ambas as partes.

Já no caso dos condomínios verticais, as fossas e estações de tratamento são usados por todos e quem deve pagar é a administração do imóvel. Porém, como na maioria dos condomínios, o preço do serviço já está inserido no valor da taxa de condomínio que todos os moradores pagam por mês.

Essas despesas podem ser encaixadas como despesas ordinárias e devem funcionar da mesma forma que contas de água, luz, entre outras.

Nos condomínios horizontais, que é basicamente um bairro fechado, geralmente cada casa conta com uma fossa. Nesses casos, as regras são as mesmas para as casas alugadas, quem deve pagar pela limpeza da fossa são os inquilinos.

Dicas para a limpeza de fossas em condomínios

Aproveitando que tocamos no assunto dos condomínios, temos algumas dicas que podem ser bastante importantes. Por exemplo, é preciso limpar mais do que as fossas, é preciso também se preocupar com as colunas de esgoto.

Outra dica que pode funcionar muito bem é o contrato com empresas para realizarem estes serviços. Com um contrato de limpeza anual, ou com qualquer outra frequência desejada, é possível economizar bastante, além de contar com a fossa sempre limpa e para evitar muitos problemas graves causados pelo acúmulo de lodo.

Outra dica fundamental é que a limpeza deve ser sempre realizada por uma empresa profissional e que conta com todos os equipamentos necessários para evitar danos na fossa e problemas para o meio ambiente como um todo.

Lembre-se de sempre contratar quem respeita você e a natureza na hora de realizar a limpeza de fossas sépticas de qualquer tipo de imóvel ou ambiente.

O que mais é responsabilidade do inquilino?

Além da limpeza de fossa, o inquilino também tem que arcar com outras partes da manutenção, tais como:

  • Reparo ou troca de torneiras. Recomenda-se que a troca seja de preferência por equipamentos da mesma marca e modelo. Na falta da mesma marca e modelo, é bom colocar torneiras de mesmo padrão.
  • Conserto ou realização da substituição de todo o encanamento externo do imóvel como, cano das louças sanitárias e pias da cozinha e tanque. Assim como a correção de vazamentos.
  • Troca de disjuntores estragados e manutenção do relógio de luz e sua fiação.
  • Troca de tomadas de energia elétrica por outras de mesmo padrão quando estragadas.
  • Troca ou conserto de peças do vaso sanitário. Isso inclui as borrachas de vedação, peças da descarga, parafusos e mais.
  • Troca de vidros quebrados ou trincados.
  • Troca ou conserto de fechaduras externas ou internas no mesmo padrão.
  • Conserto das fechaduras internas e chaves.
  • Troca de cerâmicas ou azulejos que forem lascados, riscados, trincados ou quebrados pelo inquilino.
  • Conserto ou troca do interfone do imóvel e campainha.
  • Conserto da fiação elétrica quando o problema for causado pelo inquilino.

Pronto! Agora você já sabe que o inquilino deve pagar pela limpeza de fossa. A menos que o contrário esteja escrito no contrato de locação.

Para realizar um serviço de limpeza de fossa profissional, seguro e de acordo com todas as leis e normas vigentes, conte com a Limpafossa! Atendemos em toda Grande São Paulo e também em cidades do interior, sempre com profissionalismo e rapidez.

Contamos com equipamentos de última geração e profissionais treinados, tudo para que você não precise se preocupar!

Entre em contato com a gente e conheça a melhor empresa limpa fossa de São Paulo!

Comentários para este post estão fechados.