Tipos de fossas e para que servem

tipos de fossas e para que servemFossa Séptica:

A fossa séptica é um tanque impermeável onde os esgotos brutos (não tratados) permanecem por algumas horas, antes de serem lançados no solo ou numa rede de coleta. Nele, microrganismos existentes naturalmente nos esgotos, mineralizam parte da matéria orgânica, gerando lodo (que deve ser retirado, pelo menos, uma vez ao ano), gases, escuma e efluente.

Fossa Sumidouro:

O sumidouro é um poço sem laje de fundo que permite a penetração do efluente da fossa séptica no solo. O diâmetro e a profundidade dos sumidouros dependem das quantidades de efluentes e do tipo de solo. Mas não devem ter menos que 1m de diâmetro e mais que 3m de profundidade. Os sumidouros podem ser feitos com blocos de concreto ou com anéis pré-moldados de concreto. A construção de um sumidouro começa pela escavação do buraco no local escolhido, a cerca de 3m da fossa séptica e num nível um pouco mais baixo, para facilitar o escoamento dos efluentes por gravidade.

Fossa Seca: 

Quando não existe água encanada na residência (o que é comum na zona rural), as fezes são então lançadas diretamente num buraco escavado no solo. O fundo da fossa seca ou “casinha” como é chamado, deve ficar pelo menos, 1,5m acima do lençol freático, pois, quando a água o atinge, a fossa seca passa a constituir-se numa fossa negra, o que deve ser evitado sempre que possível. O piso (ou tampa do buraco) deve ser construído em concreto armado, dotado de um orifício que pode conter um assento improvisado de madeira (como na foto da direita) ou não. O tubo preto serve para reduzir o mau cheiro, o que se consegue, também, com o lançamento esporádico de cal e até pó de café. A fossa deve ficar afastada 30 m do poço e num nível abaixo.

Fossa Absorvente: 

Quando o terreno é muito permeável, como nas casas de praia, por exemplo, os esgotos podem ser lançados numa fossa absorvente (“sumidouro”), feita com tijolos separados, como no croqui. O marco é necessário para a sua posterior localização, para um possível reparo. A tampa é de concreto armado e a brita em torno do poço facilita a penetração da água no solo.

Campo de Absorção:

Outra solução para os solos permeáveis é o campo de absorção que pode se constituir num excelente projeto de irrigação sub-superficial. O esgoto deve passar, antes, por uma fossa séptica e por uma caixa de distribuição.

Fossa de Pedra: 

Quando o solo é impermeável, uma solução é a construção de uma fossa de pedra que, como o nome diz, é uma cova cheia de pedras de mão tipo seixo rolado. Os esgotos devem, antes, passar por uma fossa séptica.

Serviços de limpa fossa

Caminhão limpa fossa sistema auto vácuo

caminhão limpa fossa sistema auto vácuoO caminhão limpa fossa (equipamento de limpeza por sucção a vácuo) executa o esgotamento da fossa séptica ou sumidouro de forma rápida e segura. Em todo Estado de São Paulo todos os serviços de limpeza de fossa, asseio e limpeza ambiental tem que ser devidamente regulamentados pela CETESB, SABESP que, fiscalizam os descartes de resíduos das fossas com medição do PH, e assim, controlando a destinação dos líquidos e massas para controle do meio ambiente.

APLICAÇÕES:

 

Dicas sobre Limpeza de Fossas

limpeza-de-caixa-de-gordura_215042Quer saber mais sobre Limpa Fossa? A fossa é, basicamente, um buraco no chão com o fundo coberto com uma camada de concreto, onde são descartados resíduos, sejam líquidos ou sólidos, e dejetos humanos gerados por uma residência ou empresa. Normalmente, esse material é proveniente de banheiros e cozinhas. Sempre que estiver cheia, a fossa deve ser aspirada.

Com o sistema de limpa fossa, esse material descartado se torna menos agressivo ao meio ambiente. Sendo assim, a fossa séptica é um tanque impenetrável, com capacidade variável, que acumula os esgotos brutos não tratados, antes de serem lançados numa rede de coleta, como estações de tratamento de esgoto, por exemplo.

Para evitar mau cheiro em fossas sépticas, a instalação não deve ser feita próxima de residências e deve ser projetada ao lado do banheiro, em linha reta, para evitar curvas nas canalizações. Uma observação importante de limpa fossa, é que a fossa séptica deve estar bem longe de poços artesianos, com distância mínima de 30m. A medida é imprescindível para que não haja contaminação da água, se ocorrer algum vazamento.

Para não prejudicar as condições de seu funcionamento, uma fossa séptica não deve receber águas pluviais nem despejos industriais. Deve ser localizada em uma área livre, de fácil acesso para a limpeza periódica (limpa fossa). As fossas sépticas são necessárias nas residências e essenciais para a melhoria das condições de higiene das populações de zonas rurais e de localidades não servidas por redes de coleta pública de esgotos.

Porém, é preciso deixar claro que o tratamento não é completo, como o realizado em estações de tratamento de esgotos.

Porque é necessário a limpeza – limpa fossa?
A manutenção e a limpeza das fossas sépticas devem ser feitas por empresas de desentupimento. O uso de fossa séptica e limpa fossa é primordial para a contribuição da melhoria das condições de higiene das populações e, consequentemente, para a conservação do meio ambiente. Traz segurança à residência no sentido de combate às doenças, vermes e endemias como, por exemplo, a cólera.

Além de evitar a proliferação de animais em geral, como baratas, ratos e outros insetos que podem prejudicar a saúde humana. Dessa forma, a limpeza de esgotos e fossas sépticas (limpa fossa) evita alguns problemas graves à saúde, já que muitas infecções ocorrem pelo contato com águas de esgotos contaminadas.

Adotar esse procedimento impede o lançamento dos dejetos humanos em rios ou mesmo diretamente no solo. Sendo também fundamental para a preservação do meio ambiente. Outro detalhe importante é que deve seita a retirada de águas e lamas das fossas com regularidade. Isso é importante para manter limpeza do local.

A importância da contratação de uma empresa especializada (desentupidora) para a execução do serviço de limpa fossa é outro ponto relevante, visto que algumas fossas são repositórios de gorduras ou caixa de águas. Dessa forma, são necessários equipamentos e ferramentas adequados para fazer a sucção dos dejetos orgânicos depositados. Ao contratar um serviço de limpa fossa é fundamental analisar a certificação da empresa, que deve ser especializada no segmento.

Caixa de Gordura – Construção e Manutenção

caixa de gordura-construção emanutençãoA caixa de gordura pode ser feita de alvenaria, concreto ou até mesmo plástico. Recebe o esgoto originado na cozinha, mais precisamente da pia, e possui um sifão que detém a gordura dentro da caixa, impedindo que seja transportada pela tubulação.

Além de causar entupimentos, a gordura causa sérios danos ao meio ambiente. Sendo assim, seria correto que toda residência possuísse uma caixa de gordura. Trata-se de uma construção muito viável, e relativamente de baixo custo, já que acumula a gordura, evitando prejuízos causados pelo conserto de um encanamento. E, como citado, causa menos impacto ao meio ambiente.

O ideal seria criar o hábito de reservar a gordura, como óleos de fritura e descartar em local apropriado. Inclusive, existem muitas cooperativas de reciclagem que aceitam esse material. O correto é que seja feita a limpeza da caixa de gordura com freqüência, mas a recomendação é de pelo menos três meses, variando, também, de acordo com a necessidade de cada cliente. Lembrando, ainda, que um trabalho preventivo é sempre mais barato.

É importante lembrar que a gordura retirada deve sempre ser ensacada e jamais ser jogada nas instalações de esgotos sanitários. Porque contratar uma desentupidora para limpeza da caixa de gordura? Como comentado, é sempre interessante fazer um trabalho de prevenção no local, assim o custo benefício é maior.

É muito mais barato desentupir do que fazer uma manutenção ou reforma estrutural. Considerando que uma desentupidora está preparada para a manipulação do material originado pela caixa de gordura, é também sempre mais segura a contratação de profissionais para sua limpeza. Além de serem ecologicamente corretas, as empresas especializadas possuem os lugares apropriados para o descarte desses resíduos.

Outro ponto relevante, é que quando não se realiza com freqüência a limpeza da caixa de gordura podem ocorrer transbordamentos, entupimento das canalizações, retorno de esgoto pelo ralo da pia, transbordamento de esgoto nas ruas e quintais, além de mau cheiro. Fazer a limpeza da caixa, retirando a gordura que fica acumulada é evitar problemas como estes citados.

No entanto, se optar por não contratar um profissional é necessário colocar todos os resíduos em um saco plástico e jogar no lixo.

Quais equipamentos são utilizados pelas desentupidoras?

A limpeza de caixa de gordura pode ser realizada manualmente ou com equipamentos de auto-vácuo, equipados com bomba de sucção, sem poluir o meio ambiente.

Limpeza de caixas de gordura Ao se resfriar, a gordura torna-se sólida e forma blocos, que irão entupir a rede de esgotos sanitários. Assim, é necessário, pelo menos uma vez por semana, limpar a caixa de gordura.

A gordura retirada deverá sempre ser ensacada e jogada no LIXO e NUNCA NA INSTALAÇÃO DE ESGOTOS SANITÁRIOS. Manutenção nas caixas de gordura

A falta de limpeza de sua caixa de gordura poderá lhe causar alguns transtornos, tais como: – Transbordamento através da tampa; – Entupimento das canalizações; – Escoamento lento da água pelo ralo da pia; – Mau cheiro. Modelo de caixa de gordura (CGP) – Padrão residencial unifamiliar

As caixas de gordura devem ser estanques (sem vazamentos) e possuir tampas removíveis; As caixas deverão ser instaladas ou construídas em locais de fácil acesso e ter boas condições de ventilação.